Se fosse eu, encaixava os 7.000 milhões e começava uma operadora nova no Brasil com esta visão: Kill Vivo. Chamava-lhe "Tomalá" (e embrulha)
2010/07/08 21:32