Há mais gente nas festas populares do Estado Novo (13 Junho) do que nas do Estado Abrilista (25 Abril)... Mas a ironia passa despercebida.
2011/06/12 20:40