1999


18
Dec 99

Fun Stuff Back in 1999

Path: mv.asterisco.pt!mvalente
From: mvale…@ruido-visual.pt (Mario Valente)
Newsgroups: mv
Subject: Fun Stuff Back in 1998
Date: Tue, 18 Dec 07 18:30:21 GMT

Highlights from my online life back in 99

http://mvalente.eu/1999/

While gathering stuff I also found this:

http://jnoup.ip.pt/

Surprising to see it’s still around. It has an article
from 1997 about Usenet2 written by me.

http://jnoup.ip.pt/usenet2.html
http://mvalente.eu/1997/cat.cgi?Usenet2

— MV


1
Sep 99

Python and SSJS

From: Mario Valente
Subject: Re: Perl versus PhP
Date: 1999/09/01
Message-ID: #1/1
Newsgroups: pt.internet.www

>>>>>>>>>>>>>>>>>> Original Message <<<<<<<<<<<<<<<<< Ja agora, na criacao de sites com conteudos dinamicos, existe
> mais alguma coisa que ASP, PHP e PERL ?

Embedded Perl, Python, Tcl, Java (server side), Javascript (server
side),
Jscript, Coldfusion, DTML, etc, etc

Sugiro o Python.

Cumprimentos.

— Mario Valente


16
Aug 99

Usenet2

Forums electronicos: sucesso ou fracasso? Usenet II, brevemente num
server perto de si (c) Mario Valente, 1997

Introducao Ja vai para mais de um ano (dois?) que me foi proposto e
que me comprometi a escrever um artigo para o JnoUP. O tempo que passou
entretanto nao foi concerteza birra por o JnoUP ter ficado alojado na
IP e nao ter usado a oferta da Esoterica para uso de espaco :-). Alego,
parafraseando o Jose Antonio Chagas Machado, editor de servico do JnoUP,
infeccao do famoso virus “falta de tempo”. Esse tempo, no entanto,
tem sido utilizado na exploracao de tecnologias e de novos servicos,
obviamente com o objectivo de melhorar os servicos da Esoterica e de a
tornar cada vez maior e melhor. No entanto algumas dessas exploracoes
acabam tambem por ter reflexo e aplicacoes nao so na “nossa” Usenet
(a hierarquia pt.*), mas tambem na Usenet mundial, ou melhor dizendo,
nos varios forums electronicos de discussao.

O servico de news, newsgroups, grupos de discussao, conferencias,
Usenet, etc o que se lhe quiser ou desejar chamar, sempre foi, para mim,
o servico mais interessante de toda a Internet.

Ao IRC pouca piada acho: alem de ter apanhado uma barrigada do genero
quando tinha 16 anos (ja la vao 13) a usar a QSD e outros (lembra-se
disto quem andava na altura pelas BBSs), acho que o meio, por exigir
a presenca permanente dos interlocutores para existencia de dialogo, e
pouco maleavel, levando ao uso permanente de pequenas frases ou ditos,
normalmente abreviados, que pouco contribuem para uma discussao ou
conversa civilizada. O email, sendo um dos servicos que mais uso, tem
sempre a limitacao de ser one-on-one, de se ter apenas um interlocutor. As
mailing lists nao sao alternativa (sabe-o bem quem ja assinou meia duzia
delas e viu a sua caixa de correio inundada). O FTP e interessante
quando e necessario; ou quando se e um “coleccionador” (por falta de
melhor palavra :-) de software e se ve algum objectivo em ocupar 100 Mb
de disco rigido com a ultima versao (zippada!) do pacote 3D XPTO que
nao se sabe usar nem se pensa em tal fazer. Tendo criado o primeiro
servidor WWW em Portugal (no Laboratorio Nacional de Engenharia Civil),
tenho que me confessar sinceramente desiludido com o meio. Consegue
ser pior do que uma televisao pimba em que qualquer desclassificado
pode fazer um programa. “Surfar” na Web e para mim o equivalente a ver
televisao… mexicana….com programas compactos de novelas.

Sao de facto os forums de discussao que tem o factor mais interessante
da tecnologia Internet: as pessoas, juntas em grupos, trocando ideias.

Digo forums de discussao, independentemente de serem grupos da Usenet,
conferencias da Fidonet ou ate mesmo mailing lists ou chat boards na Web;
este tipo de meio nao apareceu por causa da Internet, sempre existiu sobre
outras tecnologias (que saudades das bem frequentadas conferencias da
Fidonet, na Visus, na CATS, na Skyship e outras tantas). Alias, a rede
de mensagens Usenet foi inicialmente criada funcionando em cima da rede
mundial de UUCP e nao da rede mundial de TCP/IP, hoje conhecida como
a Internet.

Uso e abuso actual da Usenet Muito do meu tempo, dizia eu, tem sido
entao usado nao so na gestao da empresa que fundei, mas na gestao,
exploracao e participacao do meu meio preferido: os forums de discussao,
ou, usando o termo mais frequente, os grupos de news/newsgroups.

“The medium is the message” diz McLuhan e diz bem. Na Usenet existem duas
entidades que estao, de momento, obviamente em conflito: as pessoas e
a tecnologia. O meio permite ou obriga a determinado tipo de mensagens;
as pessoas pretendem transmitir ideias, emocoes e opinioes; no caminho
que vai do emissor ao receptor, acontece um processo semi aleatorio, que
transforma e deforma a mensagem Usenet, resultando uma serie de erros,
desastres e incompreensoes quando nao insultos, difamacao ou mesmo crime.

Senao vejamos: se ha algo que frequentemente acontece nos newsgroups
e que e irritante e o spam, ou seja, o envio em massa de mensagens
para multiplos grupos sendo que o conteudo destas nada tem a ver com
o assunto de cada grupo em si. Razao ? Ha quem ache que a sua mensagem
ou produto deva ser divulgado a todo o mundo ou a toda a gente; como a
tecnologia Usenet o permite, fa-lo. “The medium is the message”…. Neste
caso a tecnologia (ou a falta dela) permite nao so o uso, mas tambem
o abuso. Nao esta em falta a tecnologia mas sim as pessoas e o uso que
fazem dela. No entanto a tecnologia pode e deve mudar. Outro exemplo:
e sabido que atraves dos meios electronicos, em particular o email ou
as news, e dificil ou impossivel transmitir mensagens da mesma forma
que pessoalmente. A principal razao e a falta da linguagem nao verbal,
do sorriso, do gesto de maos, do franzir do sobrolho. Por muitos smileys
que se use para salpicar a mensagem, esta tem sempre o potencial de ser
mal entendida, do receptor nao perceber a intencao desta ou daquela
frase. Resultado ? As “agradaveis” flame wars, em que quem tem pouco
que fazer se alegra num bate boca imenso, sem tino nem objectivo que
nao seja o “eu fui o ultimo a insultar”. Exemplo final: os anonimos,
os nao identificados, os alias, as mensagens forjadas ou falsificadas,
fazendo-se passar por terceiros (o que e punido por lei), as Lenas e
outros vermes. A tecnologia permite, logo, o utilizador usa. “The medium
is the message”. E a mensagem inicial, normalmente inane, estupida ou
abusiva, e rapidamente transformada em chamadas heroicas para o direito
de privacidade, para o direito a anonimidade, para a censura. “The medium
is the message”. A tecnologia permite a anonimidade ou a falsificacao,
logo o chico esperto usa.

E chegamos ao estado da arte actual da Usenet: na maioria dos grupos
o racio informacao/ruido e praticamente nulo; sao colocados artigos
em grupos onde nada tem a ver; todos se acham detentores do maior item
informativo da Historia da Humanidade e portanto e de bom tom enviar o
artigo para todos os grupos disponiveis; grassa o insulto e a difama&cc


16
Aug 99

Netc

Worked on getting from this

http://web.archive.org/web/19990505034927/http://www.netc.pt/

to this

http://web.archive.org/web/19991109164443/http://www.netc.pt/start/go/home.html

— MV


23
Jul 99

Hey Ho Lets Go part II

From: “RVCI”
Subject: SysAdms, Programmers, HTML Designers, Editores/Redatores
Date: 1999/07/23
Message-ID: #1/1
Organization: RVCI
Newsgroups: pt.mercado.emprego

Somos uma Internet startup, em fase de crescimento, com venture capital,
escritorios em Lisboa (Av Jose Malhoa, junto ‘a Praca de Espanha) e
com novos projectos entre maos.

Achamos que temos um ambiente informal (leia-se: ninguem tem de usar
gravata) e divertido (leia-se: todos jogam Quake :) e muito trabalho para
fazer em projectos interessantes, com planos de compensacao atraentes.

Na proxima semana vamos organizar uma serie de encontros informais no
Novotel, por forma a nos darmos a conhecer, e a conhecer candidatos
para as seguintes posicoes:

Sysadms:
em particular postmasters, newsmasters, ftpmasters e webmasters.
Keywords: Unix, Linux, Solaris, NT, Sendmail/Qmail, INN, DNEWS,
Apache, DNS/bind, C, shell, Perl, PHP, TCP/IP, NFS

Programmers:
especializados em programacao de sistema e para a Web
Keywords: Unix, Linux, Solaris, NT, CGI, C, Perl, PHP, ASP, HTML,
RDBMS/SGBD, SQL, HTTP, SMTP/POP/IMAP, NNTP

HTML Designers/Programmers:
especializados em multimedia, user interfaces,ergonomia, design
Keywords: HTML, Javascript, Photoshop, Illustrator/Corel/Freehand,
Director, Flash, DHTML, XML, CSS, PHP, CGI, SQL, ASP

Editores/Redactores:
especializados em jornalismo/comunicacao, media digital e conteudos
Keywords: content licensing, digital publishing, multimedia
databases, arquitectura da informacao, metainformacao, contextos

Todas as posicoes sao em regime presencial (nao e possivel teletrabalho)
e para maiores de idade, com o objectivo de constituir uma equipa de 10 a
20 pessoas.

Se tens disponibilidade imediata (full time) e o perfil adequado,
agradecemos um email (com nome, idade, funcao a desempenhar e sumario
pessoal breve) a marcar dia e hora de presenca.