1997


15
Dec 97

So Long And Thanks for All the Fish

From: mvale…@esoterica.pt (Mario Valente)
Subject: Re: Clientes da Esoterica…
Date: 1997/12/15
Message-ID: #1/1
Organization: At Home
Newsgroups: pt.internet

In article , retirar.Lena_…@hotmail.com
wrote:

:>joao.r…@mail.telepac.pt (Joao Carlos Reis) escreveu:
:>
:>>O Mario Valente ja’ nao esta’ na Esoterica?
:>

:>Nao esta’ nao.
:>

Nao, nao esta’ :-)

:>hipocrita, mas gostava de dizer umas coisas. Apesar da saida do Valente ter
:>sido positiva para mim enquanto utilizadora dos NGs e como ex e potencial
:>cliente da Esoterica,

?!?! Nao percebo. Porque e’ que a minha saida e’ positiva para si enquanto
utilizadora dos NGs ? A unica forma em que eu poderia influir na sua
participacao nos NGs era se fosse cliente da Esoterica. Como nao e’ (pelo
menos diz ser “ex” cliente), nao vejo porque e’ que a minha saida “e’
positiva” para si. Se por outro lado e’ ou foi cliente da Esoterica e a minha
funcao de administrador do servidor de news nao lhe agradou, foi com certeza
por ter sido corrigida ou advertida em relacao ao uso incorrecto do meio;mais
uma vez nao vejo que resultado positivo a minha saida possa ter, a nao ser o
facto de agora, do seu ponto de vista, poder fazer o que quer; se o novo
responsavel do servico de news o permitir esta’ a desempenhar mal a sua
funcao; e o resultado final nao e’ positivo para ninguem com excepcao da sua
pessoa. Finalmente, se nao e’ nem foi cliente da Esoterica, se nunca houve da
minha parte nenhuma actuacao directa sobre os seus direitos e deveres, nao
vejo mais uma vez qual o resultado “positivo” para si da minha saida da
Esoterica: o facto de ter saido e nao fazer administracao de um servidor de
news nao muda o facto que vou continuar a usar a Usenet, a defender a forma
correcta de a usar, e a discordar e criticar aqueles e em particular a Lena
que os usam para fazer o que bem querem e dizer o que bem lhes apetece sobre
terceiros, a coberto de uma capa de anonimidade e impunidade. O sair da
Esoterica nao me tira o direito ‘a expressao; o deixar de ser administrador
de um servidor de news e passar a ser um simples utilizador da Usenet nao me
tira o know-how e a capacidade.

So’ uma pequena nota: apesar das suas criticas constantes ‘a minha actuacao
como administrador de um servidor de news, nunca tive qualquer tipo de
atitude ou accao em relacao ‘a sua pessoa ou personagem. Isto apesar de saber
perfeitamente quem e’.

:>e toda a gente saber que o meu relacionamento com o
:>Valente anda longe de ser positivo, gostaria de lhe enviar umas palavras de
:>solidariedade.
:>

Muito obrigado. Como ja’ muita gente sabe, as minhas posicoes e opinioes,
mesmo se dadas com frontalidade, nao implicam nunca inimizade. Fique certa
que o mesmo se aplicou e aplica a si. Por isso agradeco sinceramente o apoio;
mais do que ele em si, e’ bom saber que nao existem ressentimentos :-)

:>Ja’ passei 2 vezes pela situacao pela qual esta’ a passar (sair da empresa que
:>se criou/ajudou a criar a partir do nada) e sei que nao e’ nada facil. Valente
:>coragem, ao fim de 2, 3 ou 4 anos recupera-se :)
:>

Nao posso dizer que a minha saida tenha sido assim tao dificil :-) A vida
e’ como os interruptores: umas vezes para cima, outras para baixo. Nao quero
dizer com isto que hajam fases negativas e positivas: quero dizer que e’
preciso saber sempre o que se quer fazer e o que se pode fazer; que tudo
tem um principio, um meio e um fim; e que e’ preciso saber quando deixar o
passado para tras e passar para coisas novas. No meu caso, a vontade de
fazer coisas novas e onde esteja satisfeito foram o mobil; quando esse e’ o
objectivo, nenhuma atitude e’ dificil :-)

Nao e’ obviamente facil. Mas o trabalho esta’ feito, a capacidade
demonstrada. Coragem nao falta (era o que me faltava! :-) e nao conte que
esta’ livre de mim 2, 3 ou 4 anos ;-) Nao sai para cruzar os bracos.

Cumprimentos.

— Mario Valente


24
Apr 97

Quando o Markl Nao Era Famoso

From: nuno.ma…@mail.telepac.pt (Beetlejuice)
Subject: Re: O HERMAN AFIRMA-SE DEFINITIVAMENTE COMO UM DOS MELHORES HUMORISTAS DO MUNDO!!!!!!!
Date: 1997/04/24
Message-ID: #1/1
References:
Newsgroups: pt.geral

mvale…@esoterica.com (Mario Valente) wrote:

> A enciclopedia veio revelar que de facto ele continua a copiar os Monty
> Python. O resto e’ conversa.

Mario Valente… O Mario Valente da Esoterica?
Antes de mais, se fores o Mario Valente que ja passou pelo Comercial
Internet – e que eu ja entrevistei – um ola especial. Daqui fala o
Nuno Markl.
E agora, depois desta introducao simpatica :-) proponho-te que leias o
que eu, enquanto co-autor dos textos e elemento das Producoes
Ficticias tenho a dizer sobre esse batidissimo argumento da imitacao
dos Python, o modo mais facil, desculpa que te diga, de criticar o
“Herman Enciclopedia”.
Consulta os posts assinados Beetlejuice, e depois diz-me se nos das o
beneficio da duvida antes de entrares a matar!

Um abraco

Beetlejuice

***************************************************
“Think about it: Earth… and Mars.
We can have it all… or we can smash it all!
Little people… Why can’t we be friends?
Why can’t we just… get along?”

President Dale (Jack Nicholson) in “Mars Attacks!”


1
Apr 97

The Baixavista Search Engine

From: mvale…@esoterica.com (Mario Valente)
Subject: Motor de procura BaixaVista
Date: 1997/04/01
Message-ID: #1/1
Organization: Esoterica, Portugal
Newsgroups: pt.geral,pt.internet,pt.internet.www,pt.internet.usenet,pt.comp.geral,pt.mercado,pt.rec.geral,pt.soc.geral,pt.tec.geral

Lisboa, 1 de Abril de 1997

ESOTERICA LANCA MOTOR DE PESQUISA BAIXAVISTA

Numa accao inesperada pelo mercado e inclusive pelos maiores fabricantes
mundiais de hardware e software ligados ‘a Internet, a Esoterica lancou
um novo motor de pesquisa/procura na Internet.

Depois do Altavista e do TerraVista, os utilizadores Internet portugueses
teem agora ‘a disposicao o BAIXAVISTA (http://baixavista.esoterica.pt/)

Este servidor, criado pela equipa tecnica da Esoterica de reconhecida
capacidade e pioneirismo, permite, ‘a semelhanca de outras tecnologias
ja’ existentes, mas de menor peso, procurar por temas e assuntos atraves
da introducao de uma palavra chave, obtendo-se entao uma lista de URLs
que correspondem ao interesse do utilizador.

A grande diferenca deste motor de pesquisa e’ o facto de, atraves da
plataforma de hardware utilizada (clusters de maquinas multiprocessadas)
e do software desenvolvido (100.000 milhoes de linhas de codigo,
correspondendo a 6 anos/homem de desenvolvimento), ser um potencial
concorrente de outras tecnologias actualmente obsoletas.

Quando confrontado com a possibilidade de uma OPA por parte de Bill Gates
sobre a Esoterica para a aquisicao desta tecnologia, Mario Valente, director
tecnico e administrador da Esoterica, disse: “O Bill e eu estivemos ao
telefone e ha’ de facto essa hipotese. Tudo esta’ dependente ou nao da
conversao de todas as tecnologias Microsoft para a plataforma Linux.”

Tambem na corrida ‘a compra desta tecnologia esta’ Larry Ellison, CEO da
Oracle. O rumor da aquisicao da tecnologia surgiu conjuntamente com o rumor
da compra da Apple pela Oracle.

Esperam-se desenvolvimentos nas proximas semanas, ja’ que o software
desenvolvido esta’ disponivel para licenciamento. Na calha estao tambem
versoes para o desktop de utilizadores individuais assim como o
licenciamento/franchising da tecnologia para indexacao de outros dominios
que nao o .pt e nas linguas nativas.

Para experimentar e mais informacoes: http://www.esoterica.pt/

Cumprimentos.

— Mario Valente

PS – Oferta valida de acordo com a data corrente. Nao se aceitam devolucoes.
Se os sintomas persistirem consulte o seu medico. IVA nao incluido. O tabaco
prejudica a saude. Em caso de falta de humor, sugere-se um copo de tres. Ha’
sandes de couratos. Feche a porta SFF. Compre ja’. As pilhas nao estao
incluidas. So’ aceitamos cheques visados. Multibanco avariado. Saldos. Os
potenciais interessados deverao prestar atencao ‘a data do post. Nao nos
responsabilizamos por danos causados. Para visualizar este post em 3D, bata
com uma bola de snooker na testa e fixe o ecran durante 5 minutos a uma
distancia de 20 cm. Use preservativo. Pedimos desculpa pela interrupcao.